Como identificar uma boa marca para trabalhar com revenda de produtos

0

Ser uma revendedora de produtos de sucesso é uma tarefa que envolve muito trabalho e dedicação: é preciso investir em si mesma, conhecer suas clientes, ter motivação e trabalhar muito duro para ser bem sucedida. Porém, pouco disso importa se você, porventura, não representar produtos de boa qualidade, não é verdade? Por isso, ao decidir se tornar um revendedor de produtos, é preciso escolher com cuidado uma marca para trabalhar.

Para te ajudar a identificar uma boa empresa (e não cair em ciladas), separamos algumas das características mais importantes que você precisa identificar em suas opções. Aprenda a identificar uma boa marca para trabalhar com revenda de produtos!  

Tradição é essencial

Na hora de trabalhar com revenda de produtos, existem poucas coisas mais importantes do que tradição no mercado consumidor. É muito excitante e desafiador apresentar um novo produto para o mercado e observar como as pessoas reagem aos novos conceitos e ideias, mas a tradição é imbatível na hora de fechar vendas.

Escolha uma marca que seja conhecida pelo seu público. Mais do que isso: escolha uma que já seja um sinônimo do produto que você está vendendo. É muito comum que clientes novos levantem barreiras e defesas quando você começa a falar sobre as vantagens do produto que está vendendo. Marcas tradicionais ajudam a quebrar essas barreiras, já que a pessoa se sente mais confortável sabendo que estão diante de um  produto bom e reconhecível.

Analise se os produtos são úteis e de qualidade

É verdade que alguns representantes de produtos são tão bons que conseguem vender até gelo para um esquimó. Porém, é igualmente verdade que eles só conseguirão realizar essa venda uma única vez. Por isso, é crucial que ao escolher uma empresa para representar, ela conte com produtos úteis e de qualidade.

Se o produto que você revende é bom, o cliente não vai hesitar em comprá-lo de novo. Se for ruim, além de você perder a possibilidade da próxima venda, ainda corre o risco de ganhar uma propaganda negativa. Por isso, não vale a pena trabalhar com revenda de produtos que não sejam de qualidade ou realmente úteis para seu cliente.  É bem mais caro conseguir um novo cliente do que manter um cliente antigo, e nada auxilia mais nessa manutenção do que bons produtos!

Escolha uma marca que apóie e incentive o revendedor de produtos

Muitas marcas e empresas enxergam os revendedores de produtos como uma força-tarefa que não precisa receber salário fixo. Esse tipo de empresa, que menosprezam o responsável pela revenda de produtos, diminui sua importância e acaba machucando o próprio mercado. A dica aqui é: não trabalhe com empresas assim, escolha trabalhar com marcas que apoiam quem revende seus produtos.

Procure saber como é o relacionamento dessa marca com seus revendedores de produtos, veja se ela possui o histórico de incentivar esses profissionais, se realmente enxerga essas pessoas como parceiros comerciais e não como sub-empregados. Oferecer capacitação, treinamento e suporte em caso de dúvidas é fundamental para munir de ferramentas o novo revendedor de produtos. Portanto, fique de olho para não cair em ciladas.

Na hora da empolgação pelo novo trabalho, é comum se esquecer de uma ou outra situação ou detalhe que deveria ter sido analisado antes. Acontece que esse esquecimento pode causar dor de cabeça e preocupações desnecessárias. Então, fique atento a essas dicas e aprenda a avaliar suas possibilidades antes de escolher uma marca para trabalhar com revenda de produtos.

Em resumo, lembre-se desses tão os três pilares na hora de escolher uma marca para trabalhar com revenda de produtos: Tradição, Qualidade e Suporte. E você? Como escolhe as marcas com as quais vai trabalhar? Conte para a gente!

Comentários no Facebook