Como organizar as contas da casa em 5 passos

0

Um orçamento desorganizado é a receita para um orçamento estourado e para uma situação sempre no vermelho. Sem nem saber por onde começar a pagar, você acaba deixando que as dívidas se acumulem e que os gastos permaneçam descontrolados. Para dar um basta nessa situação, a organização de orçamento é totalmente indispensável se você realmente quer ter uma vida mais confortável. Aprenda a como organizar as contas da casa em cinco passos!

Conheça e elimine as dívidas atrasadas

Organizar as contas da casa começa com o conhecimento sobre quais são todas as dívidas atrasadas. Isso é importante porque provavelmente nessa procura você vai acabar se deparando com valores que nem sabia que existiam e que podem estar comprometendo o seu orçamento.

Assim que você souber quais são as dívidas, estabeleça um plano para quitá-las. As menores e que puderem ser pagas de imediato devem ser eliminadas. As maiores e mais caras, por sua vez, devem ser negociadas, fazendo com que seu orçamento fique mais organizado.

Saiba quais são os seus gastos

Agora que você eliminou as dívidas atrasadas é hora de saber quais são os gastos da casa em geral. Para isso, você deve levar em consideração as despesas fixas, como o aluguel e condomínio, e também as despesas variáveis, como conta de luz, água e do supermercado.

Saber quanto do seu orçamento é gasto é importante para que você consiga se planejar de maneira mais eficiente, além de fornecer uma visão completa sobre a situação.

Assim, pagar uma conta de água de R$ 30 e uma de cartão de crédito de R$ 120 isoladamente não é a mesma coisa que se dar conta que existe um gasto  maior de R$ 150, por exemplo.

Passe a anotar todas as movimentações financeiras

Para organizar as contas da casa também é importante começar a anotar todas as movimentações financeiras. Ou seja, isso significa que você precisa criar um controle financeiro em que possa saber exatamente quanto de dinheiro entrou e quanto de dinheiro saiu.

Para isso, você pode utilizar planilhas simples ou, melhor ainda, controles pessoais financeiros em forma de aplicativos. Alguns desses aplicativos, inclusive, fazem uma conciliação automática com a sua conta do banco, permitindo que nenhum gasto ou recebimento fique de fora.

Faça cortes de gastos

Organizar as contas da casa também significa identificar tudo aquilo que pode ser eliminado. Com isso, é importante fazer alguns cortes no orçamento para que haja menos comprometimento do orçamento e, portanto, menos riscos de confusão.

É o caso, por exemplo, de incentivar toda a família a reduzir o consumo de luz ao evitar o desperdício ou então de substituir o pacote da TV a cabo por um mais em conta. Com pequenas mudanças, o orçamento se torna mais enxuto e também se torna mais fácil de ser controlado.

Envolva toda a família para organizar as contas da casa

Essa organização, entretanto, só é possível se toda a família estiver comprometida em conseguir um orçamento que é mais fácil de ser controlado. Por isso, faça com que todos participem desse planejamento financeiro pessoal como ao identificar seus dados e ajudar a poupar e faturar mais, por exemplo.

Dessa maneira, o orçamento se torna mais previsível e fica organizado por mais tempo. Além disso, a participação de todos ajuda a desenvolver uma consciência sobre o uso do dinheiro, prevenindo que aconteçam descontroles.

Organizar as contas da casa e manter as finanças pessoais em dia evita que dívidas em atraso continuem sugando o seu orçamento ou que contas excessivamente altas permaneçam diminuindo a sua capacidade monetária. Assim, tudo começa com a eliminação de dívidas e conhecimento sobre os gastos e termina em um controle financeiro que deve contar com a participação de todos. No final, o resultado é de orçamento não apenas mais organizado, mas também menos comprometido e que permite a realização de sonhos.

Como você faz para organizar as contas da casa? Conte para a gente e compartilhe sua experiência conosco.

Comentários no Facebook