Aprenda como montar um planejamento financeiro pessoal

0

Sua renda já acabou, e o mês ainda não? Você chegou ao final do mês, porém não foi capaz de separar dinheiro suficiente para concretizar aquele antigo sonho de consumo? Você não faz a menor ideia de onde está gastando seu salário? Talvez você esteja precisando fazer um bom planejamento financeiro pessoal. Isso vai ajudá-lo a determinar onde você está indo com seu dinheiro e a alcançar qualquer objetivo que definiu para si mesmo.

Com uma estratégia assim você conseguirá quitar suas dívidas, poupar para ter uma casa nova ou preparar uma reserva financeira para o futuro. Quer aprender a montar um planejamento financeiro pessoal? Confira o passo a passo que preparamos:

Passo 1: Determine seu objetivo

É importante traçar um objetivo para controlar suas finanças pessoais e juntar dinheiro. Esse alvo será a força motriz por trás de seu plano financeiro global, o que significa que você tem que dividir seu objetivo em pequenas metas mensais para cumprir. Porém, não crie metas que não possam ser realistas, de modo que fique desestimulado.

Seja honesto com seu orçamento e com aquilo que você pode cumprir. Por exemplo, se o seu objetivo é comprar um automóvel novo dentro dos próximos três anos, pesquise o carro pelo qual você está interessado e quanto ele custa. O objetivo pode ser baseado em quanto você vai precisar para dar de entrada ou para quitar todo o veículo de uma só tacada. Isso vai determinar suas metas e a data certa para atingir seu alvo.

Passo 2: Registre as entradas e saídas de suas finanças pessoais

Uma vez que você sabe quanto deverá poupar a cada mês, é chegada a hora de registrar a sua renda mensal e quanto tem de despesas. Registre todas, até mesmo aquelas que considera as mais bobas ou insignificantes. Isso é importante para que você analise claramente o que pode ser cortado ou reduzido em seu planejamento financeiro pessoal. Quanto mais reduzir seus gastos, mais dinheiro vai sobrar para você economizar e chegar logo ao seu objetivo.

Passo 3: Defina sua meta mensal

Uma vez que você sabe o quanto você terá que economizar e quanto tempo vai demorar para isso,  será possível definir uma meta mensal de dinheiro para reservar e incluir em seu planejamento financeiro pessoal. Então, você pode ver onde essa meta se encaixa no seu orçamento. Se você achar que não pode guardar tanto quanto o seu objetivo requer, observe seus gastos e veja se pode reduzir uma despesa ou fazer outros ajustes no plano de finanças pessoais. Você pode tentar ainda conseguir um renda extra com algum trabalho paralelo ou, então, adicionar mais tempo para concluir seu objetivo.

Passo 4: Celebre os pequenos marcos conquistados com seu planejamento financeiro pessoal

Não deixe de valorizar as “pequenas vitórias” ao longo do caminho, que podem motivá-lo a se manter firme com seu planejamento financeiro pessoal e reforçar o progresso que está fazendo. Esses marcos são importantes para não se desviar da rota planejada. Por exemplo, se um de seus objetivos for o pagamento da dívida acumulada em dois cartões de crédito em um prazo de cinco anos, um de seus marcos pode ser quitar o cartão de crédito com a maior taxa de juros dentro de dois anos, e outro marco pode ser liquidar o segundo cartão até o final do referido período.

Ao colocar o plano em prática, ao saldar o primeiro cartão, não deixe de comemorar o feito. Acredite: essa pequena vitória terá o poder de alimentar a sua motivação para pagar o segundo cartão.

Criar um planejamento financeiro pessoal pode consumir um tempo significativo no começo e parecer algo difícil de fazer, mas não é bem assim. Ao colocar o plano em prática, você verá que mais fácil do que pensa.

Se você observar que suas metas mensais estão sendo seguidos à risca, mas deseja aumentar os seus ganhos finianceiros para conquistar seus objetivos mais rapidamente,  considere fomas de se ganhar uma renda extra.

Tem dúvidas sobre como aplicar isso na prática? Compartilhe-as conosco por meio dos comentários abaixo. Elas podem se tornar assunto para um próximo encontro aqui no blog!

 

Comentários no Facebook